Plataforma Digital Para Comunicação Corporativa Capta R$1mi Em Rodada De Investimentos

Saiu da mídia nacional a notícia do valor alcançado pela Sqed na rodada de investimento por crowdfunfing realizada pelo Captable

Captação realizada pela Sqed em rodada organizada pela CapTable atraiu 205 investidores. Recursos serão destinados para vendas, marketing e Engenharia de Software

A Sqed, plataforma digital que transforma e agiliza a comunicação interna e privada das organizações por meio da tecnologia de forma simples e efetiva, acaba de encerrar uma rodada de captação de investimentos no valor de R$1 milhão.

A rodada foi organizada pela CapTable, empresa especializada em investimentos em startups. A chance de ver um trabalho com potencial crescer exponencialmente, como é o caso da Sqed, atraiu pessoas interessadas em se tornarem sócias do empreendimento.

Com isso, diversificaram suas carteiras de investimentos e contribuíram para o desenvolvimento do ecossistema de inovação. As cotas disponibilizadas puderam ser adquiridas a partir de R$1mil.

Sobre a captação

Fundada no Rio Grande do Sul, a proposta da Sqed na CapTable atraiu 205 investidores.

A maior parte dos recursos captados serão utilizados para investimentos em vendas. Com isso, focará em captação de novos clientes no Brasil e fora do país.

Além disso, há uma segunda frente de destinação do aporte captado que envolve Engenharia de Software. Neste caso, há um propósito claro em melhorar os serviços para quem já é cliente da plataforma.

E por fim, estão previstas ações de marketing com o aporte arrecadado na CapTable. O objetivo aqui é aumentar a visibilidade da marca e tornar os produtos oferecidos pela Sqed mais conhecidos.

Tendência mundial

É inegável que o home office cresce a cada dia no mundo inteiro. As organizações tiveram que se adaptar a esse modelo com a situação causada pelo novo Coronavírus. 

Vale recordar que, no começo da pandemia, esta forma de trabalho foi bem questionada por conta da falta de proximidade entre os colaboradores. Entretanto, plataformas de comunicação corporativa como a Sqed mostraram ser a saída para resolver problemas de conexão entre os colaboradores de uma organização.

“O sistema de comunicação é essencial para uma empresa e, com home office, ficou bem prejudicado. A Sqed oferece um serviço que resolve essa dor, aproximando os colaboradores e trazendo mais produtividade ao dia a dia das corporações”, afirma Luis Fernando Saraiva, CEO da startup.

Com a adesão do sistema de trabalho remoto, plataformas como a Sqed tendem a ser cada vez mais necessárias para um bom desempenho no ambiente corporativo. Neste cenário, fica evidente que investir nesse quesito é uma necessidade para as empresas que querem manter bons números frente a seus concorrentes.

Sobre a Sqed

Sqed é uma plataforma digital que transforma e agiliza a comunicação interna e privada das organizações através da tecnologia, simplicidade e efetividade. Focados nisso, a Sqed decidiu investir alto, levando em conta que o cenário causado pela pandemia de Covid-19 pode ser prejudicial aos negócios, por conta dos problemas de comunicação que o regime de home office pode causar às empresas.

O serviço oferecido pela plataforma serve para aproximar os colaboradores e tornar o trabalho mais fácil por meio de uma comunicação mais ampla e clara, possibilitando assim a entrega de melhores resultados.

Sobre a CapTable

Em operação desde julho de 2019 e com a StartSe como uma das sócias, a CapTable disponibiliza todo o seu conhecimento para selecionar as startups que tenham grandes potenciais de serem os próximos unicórnios (startups com valor de mercado superior a US$1bi) e traz ao investidor comum a possibilidade de investir nesses negócios. 

O cenário de incertezas na economia, juros no seu menor nível histórico e baixos ganhos em renda fixa estão fazendo com que o brasileiro reaprenda a investir. A pandemia do novo Coronavírus reafirmou essa tendência.

“Nosso foco é atrair investidores que têm a visão que investir nesta modalidade pode trazer ganhos que nenhuma outra disponível no mercado é capaz de ofertar. Basta imaginar quanto tiveram de retorno os primeiros que investiram no estágio inicial de startups como 99, iFood e outros”, afirma Paulo Deitos, um dos cofundadores da CapTable. 

Desde a sua criação, a CapTable conquistou a confiança de mais de 2,9 mil investidores que aportaram mais de R$20 mi em startups como Alterbank (fintech), Livima (PropTech / Fintech), Umbler (CloudHosting), Skydrones (Agrotech), InovaPictor (Legaltech), Pomartec (agrotech), Oak’s Burritos (Varejotech), O Amor É Simples (Ecommerce), InBeauty (Healthtech), Trashin (cleantech), Wuzu (fintech) e Eirene Solutions (Agrotech).

Mais informações sobre opções de investimentos em startups no site https://www.captable.com.br/.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *